Abas e sub Abas

 

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Princípios do ReiKI


Segundo a história da origem do Reiki, quando Mikao Usui voltou do Monte Kurama e passou a dedicar-se aos mendigos das ruas de Kioto, ele curava as suas doenças. Uma vez recuperados, os mendigos eram estimulados a procurar trabalho e assim deixavam as ruas.


Passado algum tempo, Mikao começou a encontrar caras conhecidas durante a sua peregrinação pelas áreas pobres da cidade, eram os mendigos que ele havia tratado, que estavam de volta às ruas.

Curioso, Mikao quis saber por que haviam voltado à vida anterior.

Um dos homens respondeu-lhe que preferiam viver como mendigos. Era mais fácil...

Abalado, Mikao questionava-se sobre onde teria errado.

Ele curara-lhes as doenças, mas estes mendigos não estavam preparados para sentir o prazer de uma nova vida. Não estavam preparados para receber as novas dádivas.

Foi então que Mikao se lembrou do início do Caminho dos Abades...

“A cura mais importante é a do espírito.”

Faltara preparar o espírito daqueles homens para uma nova forma de vida. Faltara ensinar-lhes como obtê-la.

Foi então que Mikao Usui, baseando-se em pensamentos do Imperador Meiji (governante do Japão naquela época, por quem nutria grande admiração), criou os cinco princípios do Reiki, as cinco normas de vida:






Só por hoje, não me preocupo.
Só por hoje, não me zango.
Só por hoje, trabalho honestamente.
Só por hoje, mostro-me grato por tudo.
Só por hoje, respeito todos os seres.

Namasté.......