Abas e sub Abas

 

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Fibromialgia ( cont)....

A Persistência é, sem dúvida, uma qualidade que possuo. Qualidade essa que aliada à motivação se traduz em realização pessoal, pois a motivação faz com que se queira algo e corra atrás e a persistência não nos deixa desistir...
Porque a vitória pessoal, é um sentimento que permanece, quando atingimos os nossos objectivos. Objectivos esses que podem ser profissionais, pessoais, ou sociais. A minha vitória pessoal, o meu objectivo principal, para poder realizar todos os outros, depende da minha persistência, no que toca ao meu bem-estar físico e psíquico.
Tenho vindo, ao longo dos anos, a tentar minimizar os estragos feitos pelo que eu pensava ser reumatismo, mas em 2003, foi-me diagnosticado fibromialgia, uma doença em que a dor muscular pode ser difusa ou bloquear algumas partes, como o pescoço, os ombros ou outras partes do corpo, podendo ser incapacitante. Depende, também, dos esforços físicos, aspectos emocionais e padrões de sono.
Esta doença levou-me a alterar o meu padrão de vida. De ginástica como a aeróbica, ou step, passei só a poder fazer hidro-ginástica, porque tem menos impacto os movimentos dentro de água e yoga, porque são exercícios de alongamentos e relaxação, que melhoram a sensação de dor, isto porque uma serie de substâncias são libertadas, durante os exercícios de alongamento em especial as endorfinas (analgésicas).
Diariamente, ao acordar, preciso de muita motivação e persistência para me levantar, tomar banho, que demora, pelo menos, 15 minutos debaixo de chuveiro quente, (para desentorpecer), me poder vestir e sair para mais um dia. 
365 dias por ano, tenho de fazer um horário muito rigoroso, nem mais nem menos que 7 horas de sono. Habituei-me a compensar os medicamentos com o "Reiki",uma terapia que trabalha a energia vital, que me alivia nas dores e à meditação, que me ajuda a controlar a ansiedade, um dos meus grandes problemas. Intercalei uma rotina diária, de exercícios de alongamentos entre uma cliente e outra, entre uma actividade e outra.
Sou perfeccionista, acho que o trabalho só fica bem feito por mim, o que acarreta excesso de trabalho (incluindo o serviço doméstico).
Não é fácil. Tenho que acreditar em mim, para assim fazer a diferença.
No próximo post vou dar-vos 7 regras que para mim foram importantíssimas...e me deram a possibilidade de alguma qualidade de vida...